SE INSCREVA Na nossa newsletter

All rights reserved to Larissa Vaiano Moleti | Website developed by Larissa Vaiano

O PODER DA GRAVATA - LARISSA VAIANO MOLETI - CPF: 368.382.628-27 - Sâo Paulo - SP - CEP: 03357-050 - Brasil

AQUELES PRA REFLETIR

14 May 2018

Quantas pessoas você já conheceu que iniciaram um curso superior por influência externa e quando acabaram, ou até antes, viram que não era o que realmente queriam? Quantas pessoas lutam para conquistar certas coisas (casamento, filhos, carreira e até a riqueza) e quando finalmente chegam lá, sentem um vazio e uma sensação de tristeza?


Todos nós temos sonhos. Precisamos deles para não estagnar e continuar a viver. Entretanto, como quase tudo em nossa sociedade, os sonhos também são vendidos como objetos de consumo que nós, muitas vezes, compramos sem perceber. É sobre isso que falaremos hoje, e sobre como o consumo de valor pode nos ajudar.


Você realmente deseja a vida que persegue?


Nossa vida corre no piloto automático. Acordamos, comemos, trabalhamos, e nem pensamos no motivo de fazermos tudo isso. Com os sonhos que perseguimos acontece a mesma coisa. Desde pequenos somos convencidos de que algumas coisas são necessárias para sermos felizes: um relacionamento amoroso, uma carreira, um...

28 Mar 2018

Há não muito tempo atrás, eu tinha essa mania de pensar que todas as mudanças que eu desejava na minha vida deveriam começar de maneira grandiosa. De uma forma boba e até meio irrealista, eu desprezava o valor que pequenas atitudes poderiam representar ao longo da minha trajetória. Eu não aceitava começar pequeno, aos poucos. Ou eu começava grande ou eu nem começava, no maior estilo se não for pra causar eu nem vou, sabem? 


Já que eu não tinha tempo para dedicar uma hora por dia à academia e deixar de lado o sedentarismo, eu nem me dava ao trabalho de trocar o elevador pelas escadas; como eu não podia cozinhar todas as noites para ter uma alimentação mais saudável, eu não me esforçava para inserir frutas nos meus intervalos entre as refeições; e assim, não só nessas áreas mas em diversos outros setores da minha vida, eu deixava de fazer o que estava ao meu alcance por conta de uma mentalidade que só funcionava na base do tudo ou nada. 


E eu sei que não preciso me alongar muito nas expl...

14 Mar 2018

Era uma vez uma menina que, um dia, resolveu disputar o revezamento 4x100 das olimpíadas do colégio. Eis que, no seu momento de glória, segundos depois de pegar o bastão das mãos de uma colega de turma, ela pisa em uma amêndoa. 


E tropeça de um jeito que mais parecia que estava voando.


Tinham umas 50 crianças assistindo à queda lenta e dolorosa. Eu era aquela menina. Levantei com o que sobrou do meu joelho, ralado até dizer chega; catei o bastão sabe-se-lá-de-onde e corri. Corri pra ver se a próxima menina da minha sala conseguiria recuperar a desvantagem e deixar a gente numa posição menos vergonhosa. Corri pra ver se ainda tinha saída pra minha falha.
Não teve, é claro.


A cena foi feia, não vou mentir. Não é à toa que, de tantos anos disputando naquelas olimpíadas, essa é uma das poucas cenas que eu consigo me lembrar. A real mesmo é que eu não liguei muito pra isso. Eu continuei correndo, jogando basquete como dava, disputando no handebol com zero habilidade (mas muita garra), sendo...

24 Apr 2017

Esses dias recebi um video de um casal de amigas agradecendo o cartão-postal que eu mandei pra elas (se você ainda não viu o video do cartão-postal, clica aqui). Elas fizeram um video muito lindo e que eu chorei muito - obviamente - mas duas coisas me chamaram atenção.

Acredito que muitos casais gays passam pelo que elas passam e tem que lidar diariamente com esse tipo de constrangimento. Falar que aquela menina ou aquele menino é seu namorado ou namorada e, automaticamente, aquele clima tenso paira no ar. 

O video de hoje é sobre isso e espero que você goste!

18 Apr 2017

O tempo todo a gente tenta se encaixar em determinados grupos: os vegetarianos, os fitness, os que não bebem, os que fumam. Acredito que isso é algo muito normal e natural do ser humano. Mas já parou pra pensar como esses rótulos muitas vezes aprisionam a gente? 

Tenho pensado muito sobre esse assunto por ser vegetariana e muitas vezes sentir vontade de comer peixe. Fico com a sensação que se eu comer peixe algum dia todos os argumentos que um dia eu já disse para justificar o por quê de não comer peixe vão por água abaixo.

Você já se sentiu assim?

10 Apr 2017

É fato! Alguma vez na vida você já se fez essa pergunta: POR QUE COMIGO?

É claro que a gente nunca quer que coisas difíceis cruzem nosso caminho e que a gente tenha que enfrentar os desafios que a vida coloca pra gente. Mas já parou pra pensar que as vezes tudo isso tem um propósito?

Independente da situação, a gente sempre consegue tirar algo de bom. Sempre teremos algo pra aprender e evoluir. E é nisso que eu acredito.

Vem ver esse vídeo que a gente papeia sobre isso!

7 Apr 2017

Tem algumas coisas que reaparecem pra gente do nada e é quando a gente mais precisa. Será coincidência? Ou como a minha terapeuta gosta de dizer - e eu prefiro acreditar - é a tal da sincronicidade.

Toda vez que eu e o Pablo vamos começar a aula de canto, a Pati - nossa professora - pede pra gente dar uma alongadinha e colocar uma música pra relaxar. Foi quando no meio da playlist que tava tocando no computador do Pablo surgiu uma música de um álbum do Ben Lee que eu amo. O álbum chama “Awake is the new sleep”, que significa “acordado é o novo dormindo”. Ele faz referência ao fato da gente ficar sonhando com as coisas que a gente quer fazer e, por isso, o acordado é o novo dormindo, porque é só acordado que a gente vai conseguir fazer o que a gente quer fazer.

Tem uma parte da música que ele diz “just do it, whatever it is”, que significa “então faça, qualquer coisa que seja”. E confesso que essa mensagem chegou no timming perfeito por aqui. 

Amanhã vamos ter uma reunião de algo muito imp...

20 Mar 2017

A gente sempre fica nessa noia: eu só vou ser feliz quando chegar lá.

Só vou ser feliz quando comprar uma casa, ter um carro, um cachorro e uma horta. Antes disso não dá pra ser feliz.

Será que não dá mesmo?

Eu acredito que com um pouco de esforço e atenção nas coisas que fazemos é possível sim a gente ser feliz antes de ter e ser tudo que a gente gostaria. 

14 Mar 2017

Já parou pra pensar como nossa roupa nos define demais?

Já reparou também que dependendo da onde nós estamos a gente mede muito o que vamos vestir?

Eu e o Pablo batemos um papo sobre isso e eu quero saber se você concorda com a gente!

28 Feb 2017

Vocês já conhecem essas figuras e já sabem o que esperar, né?

Pois se prepara que eu fiz um montão de perguntas pra eles sobre os mais diferentes assuntos. Pode ser que você não se surpreenda com algumas, pode ser que você morra de rir com outras. Mas uma coisa você não pode negar: ver uma criança falando sobre assuntos como esse já enchem seu coração de alegria.

Please reload